Aspectos emocionais do envelhecimento

Vou abordar aqui alguns aspectos emocionais no processo do envelhecimento, lembrando que o tema é vasto e complexo, porém o objetivo deste blog é tornar a leitura simples e accessível a todos, sejam idosos ou familiares…portanto vou tentar ser objetiva e sucinta.

No envelhecimento, assim como em outras fases da vida ( adolescência, gravidez, etc,) ocorrem mudanças no corpo, mudanças essas que são sentidas como “contra produtivas”, o que não significa que o idoso não possa produzir mais nada…a questão é que, com essas mudanças, muitos se sentem desvalorizados e incapazes devido ao afastamento da vida produtiva, e por verem também a necessidade de precisarem de cuidados. Por mais que a pessoa se prepare, conforme a idade vai passando, mesmo que tenha uma grande quantidade de experiência de vida, ainda assim não são todos que estão prontos para lidar com as mudanças advindas da terceira idade.

O envelhecimento pode trazer a sensação de que a pessoa vai adquirir novas doenças, ou mesmo ser incapaz até para atividades simples do dia a dia. Porém são os aspectos da personalidade de cada um que facilitarão ou dificultarão o processo do envelhecimento. Hoje em dia vemos muitos idosos seguros e confiantes, com boa auto estima, que se cuidam, saem para divertir com amigos e familiares, praticam exercícios físicos, etc.

Vejo que deveriam existir mais ações no sentido de preparar o indivíduo para a Terceira Idade…desde a “meia idade”, a pessoa vai perdendo papéis importantes, ou seja, os filhos crescem e já não precisam mais dos cuidados e conselhos dos pais…a aposentadoria tão sonhada, quando chega, dá também uma sensação de inutilidade frente a sociedade, se bem que muitos continuam trabalhando, e acho isso bastante positivo. A perda do cônjuge é outro fator que gera a vulnerabilidade, depressão e isolamento no idoso.

Outro fator relevante é a inversão de papéis, como por exemplo o idoso ter que ser cuidado pelos filhos, ao invés de poder cuidar deles como antes acontecia…e também muitas vezes o filho sustenta o lar, o que antes era papel do chefe da família, agora idoso.

Como eu disse antes, o assunto é vasto, não dá para abordar tudo, mas é preciso que o idoso saiba que ele ainda tem seu papel,e isso vai depender dele mesmo e do apoio dos familiares.

O objetivo deste blog é mostrar um pouco isso…aqui eu mostro que o idoso pode estar sempre bonito, bem cuidado, com roupas da moda, viajar, ir à academia e até morar sozinho por opção própria. Nem sempre a pessoa vai conseguir fazer tudo isso, mas a cada ítem que o idoso aderir, verá sua qualidade de vida aumentar cada vez mais.

É importante também que as pessoas da Terceira Idade estejam inseridas em algum grupo, seja grupos da Igreja, grupos de excursão, grupos do clube, enfim, nada de isolar-se ou deprimir-se.

 

download (19)download (18)images (27)images (29)images (30)images (31)images (33)images (32)images (28)images (26)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s